3

Flor de Sal, muito mais que um tempero.

Atualmente existe uma nova onda gourmet o que permite o acesso de muitas pessoas a ingredientes, pratos e complementos não habituais na culinária brasileira. E cada vez mais nós vemos por aí: Carne de não sei o que, grão de não sei da onde, com molho de ervas da Conchinchina, entre outros. E muitas vezes nós amantes da boa comida nos pegamos na pergunta. O que é isso? De onde veio? Pra que serve? Como usá-lo da melhor maneira? E com essas perguntas no ar resolvemos escrever uns posts com explicações sobre ingredientes exóticos que vem se tornando habituais nesta modalidade de cozinha. Contaremos hoje a história da flor de sal, e ao contrário do que você possa pensar, não é um sal que dá no jardim, mas uma forma puríssima de manifestação desse ingrediente presente em quase todos os pratos.   
A flor de sal, um presente raro da natureza, é o fruto da perfeita interação entre água do mar, o sol e o vento. Uma iguaria cobiçada pelos grandes chefs e amantes da culinária em todo o mundo. A produção se dá por uma fina camada de sal que fica cristalizada nas superfícies das salinas, e são coletadas manualmente todas as manhãs, originando delicados cristais irregulares de textura crocante, de sabor inigualável e com suave perfume de violeta. Diferentemente do que se faz com outros tipos de sal, a flor de sal  deve ser acrescentada na finalização dos pratos para não perder sua textura, realçando o sabor dos alimentos dando um sabor único em cada prato.
Sem sofrer qualquer tipo de processamento, a iguaria é embalada diretamente após a coleta, esse processo artesanal torna essa preciosidade ainda mais especial, garantindo um produto 100% natural.
A origem da flor de sal está em regiões como o mar da Bretanha, na França, ou as montanhas do Himalaia. Há marcas conhecidas como a Flor de Sal (português) e a inglesa Maldon. A marca francesa Flor de Sal de Guérande, é considerada a melhor do mundo pelos principais chefs. esta Flor é extraída na região da Bretanha, na cidade que batizou a marca. Sua produção toda é artesanal, feita por um número reduzido de famílias na região. Para manuseá-lo utilizam-se apenas instrumentos de madeira, para que não seja contaminado com ferrugem de qualquer metal, o que poderia comprometer seu delicado sabor.
Atualmente é possível encontrar marcas brasileiras no mercado, a potiguar Cimsal é produzida em Mossoró, cidade muito conhecida pela grande quantidade de salinas, e agora também produz esse nobre ingrediente.  
Como dizem os produtores a flor de sal é o “crème de la crème” dos condimentos, e confere um toque sublime à finalização dos pratos, com certeza vocês também irão adorar essa riqueza extraída do nosso habitual ouro branco.
Esta é a marca que usamos em nossa cozinha
Flor de sal produzida no Brasil

3 comentários:

Kamila disse...

Conheci seu blog atráves da galeria de blogs e adorei.

Edinho e Karina disse...

Adorei sua visita!! Volte sempre!! Bjos

Feliz Ano Novo disse...

Oá!! Acabei de conhecer seu blog e passo a seguí-lo! Estou começando a montar o meu: "Degustando Devagarinho" !

Muito prazer! Bia